top of page

Diário de Campo II - Coleção de rochas Prof Dr. Carlos Roberto Soares (in memoriam)

07/12/2022 - Quarta-feira


Participamos da 13ª Semana Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão (SIEPE), que aconteceu entre 21 e 25/11/2022, no âmbito do 3º Festival de Ciência, Cultura e Inovação (FCCI) da Universidade Federal do Paraná (UFPR). No dia 22/11, apresentamos um vídeo online no 20º Encontro de Extensão e Cultura (ENEC) contando um pouco sobre os objetivos e as etapas de desenvolvimento do projeto.



Integração na Universidade


A participação neste evento nos permitiu conhecer outras ações de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidas dentro da UFPR. Além disso, no FCCI, que acontece desde 2019, e neste ano de 2022 foi realizado de forma presencial, no campus Reitoria, em Curitiba, vai além das atividades de ensino, pesquisa e extensão, ampliando horizontes culturais.



Exercitando a produção audiovisual


Desde 2021, considerando as restrições impostas pela pandemia de COVID-19, a SIEPE tem adotado o modo de apresentação remota. Dessa forma, somos motivados a produzir vídeos que sintetizem o conteúdo dos trabalhos.


O primeiro passo foi definir quais as informações essenciais e a estrutura da apresentação, contemplando as informações mínimas, com objetivos definidos, metodologias, resultados parciais e perspectivas para o futuro. A equipe do projeto se organizou, atribuindo responsabilidades individuais para cada tema a ser desenvolvido no vídeo. Optamos por utilizar uma linguagem simples e objetiva, para ampliar o alcance do conteúdo, visto a amplitude do evento que inclui uma diversidade de áreas do conhecimento e tem forte caráter extensionista.


Decidimos dividir o vídeo em três partes. A primeira conta o objetivo principal do projeto e o que buscamos alcançar durante os quatro anos de duração do projeto; a segunda abrange como as rochas são classificadas e catalogadas; e, por último, a parte de aquisição de imagens das rochas para o catálogo digital, um processo que envolve aprender a montar um mini estúdio fotográfico com uma plataforma rotativa, que vai permitir produzir imagens em 3D das rochas.


Optamos por usar o Canva para produção do vídeo, plataforma gratuita que auxilia com ferramentas super intuitivas! PLIM DICA AQUI


Confira o Vídeo!

Vivência acadêmica e perspectivas do projeto


Além conhecer outros projetos dentro da universidade, na roda de conversa promovida pelo ENEC tivemos a oportunidade de discutir com outros grupos as etapas do desenvolvimento do nosso projeto, onde os integrantes do deram pequenos relatos sobre suas visões da importância do projeto, e de suas relações com o Prof. Carlos, contemplando também a forma especial e grandiosa que o mesmo tinha de encantar todos ao seu redor com seu conhecimento e modo de viver e ensinar.


A nossa perspectiva é que nos próximos encontros da SIEPE possamos apresentar e explorar mais as ferramentas que estamos utilizando para a divulgação das etapas de desenvolvimento do projeto (metodologia utilizada na fotografia e criação do banco de dados) por este Diário de Campo.


A partir dessa primeira experiência de divulgação e discussão do projeto, sentimos que ganhamos vivência para o desenvolvimento das próximas etapas. Isso nos motivou a conversar com pessoas que conviveram com o Prof. Carlos para criar uma coletânea de depoimentos e de histórias em um registro simbólico a sua memória.


Nos vemos daqui 2 semanas!


95 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page